Título:

Bibliotecário e pós-verdade no contexto da informação, memória e poder nas redes sociais: uma proposta de letramento informacional para o Instituto Federal do Maranhão Campus Caxias, e-Clin

Autor (a):

Ianna Torres Lustosa (Lattes)

Resumo:

Esta pesquisa versa sobre algumas questões em ênfase nas mídias e comunidade científica dos profissionais da informação desde os acontecimentos ocorridos em 2016, como supostas influências de agentes russos em eleições de outros países e no Brexit, até meados do ano de 2020 com o princípio da pandemia por coronavírus (Covid-19), diagnosticada como era da pós-verdade. Nesta conexão entre memória, instintos das tribos e conectividade global no cenário de liquidez, desenvolve-se a problemática abordada onde deve-se realizar a missão de mediação dos profissionais da informação para proporcionar diálogo entre os extremos. Objetiva-se nesta proposta, de forma geral, diagnosticar as particularidades das origens conceituais e históricas da informação e memória coletiva, seus efeitos nos contextos da desinformação e disseminação de notícias falsas e qual postura do bibliotecário a sociedade necessita neste contexto. Para tanto, pretende-se planear os seguintes passos: (a) analisar pelo enfoque histórico e cultural os conceitos de memória e verdade suas relações com as concepções de poder; (b) investigar fenômenos similares pregressos de pós-verdade e as possíveis consequências de suas utilizações em ampla escala nas redes sociais no contexto da pós-modernidade e modernidade líquida; (c) visualizar com o movimento de mediação informacional pode auxiliar nas práticas e serviços ofertados pelos ambientes informacionais; (d) elaborar cronograma anual de formação de uso consciente da informação nos meios de comunicação, redes sociais e aplicativos de mensagens, direcionado às necessidades da comunidade acadêmica do IFMA, Campus Caxias, desenvolvendo as competências da leitura crítica, checagem de fontes informacionais e utilização de fontes de pesquisa confiáveis. Como hipótese pressupõe-se que o bibliotecário atuante como mediador informacional no desenvolvimento da competência informacional da comunidade pertencente, conduzirá os usuários no processo de filtragem, uso crítico, verificabilidade da informação e interações nas redes sociais. Este profissional ocasionará positivamente em sua missão social de empoderamento digital e letramento informacional, fundamentando o pertencimento e local de ação na sociedade, relembrar-se-á como próximo passo na evolução de suas atribuições profissionais. Utilizou-se uma abordagem fenomenológica, pelo uso da pesquisa-ação para mapear e diagnosticar os perfis de consumo de informação da comunidade atendida para melhor propiciar formações de modo a levá-los ao pleno letramento informacional, tornando-os indivíduos aptos aos contextos da revolução tecnológica devido às TICs no cenário de liquidez. Têm-se por conclusão que ao formular e ofertar formações continuadas para o letramento informacional como um serviço permanente da biblioteca Professor Luís Queirois, do Instituto Federal do Maranhão, Campus Caxias, além da continuidade dos já existente, propicia-se canais de diálogos permanentes para reflexão e desenvolvimento de análise crítica de conteúdo.

Palavras-chave:

Pós-verdade; Fake news; Desinformação; Competência informacional; Instituto Federal do Maranhão – Campus Caxias; Memória; Verdade e poder; Pós-verdade; Redes sociais; Fontes de informação; Letramento informacional; Bibliotecário – atuação profissional

Orientador (a):

Carla Façanha de Brito

Linha de pesquisa:

Informação, cultura e memória

Data de Defesa:

27/07/2020

Acessar dissertação

1 Comentário em Bibliotecário e pós-verdade no contexto da informação, memória e poder nas redes sociais: uma proposta de letramento informacional para o Instituto Federal do Maranhão Campus Caxias, e-Clin

  1. […] Este eBook foi produto da dissertação “Bibliotecário e pós-verdade no contexto da informação, memória e poder nas redes sociais: uma p…“. […]

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *